Com quem Caim se casou? De onde era sua mulher?

591

Certamente podemos afirmar que todas as pessoas, no tempo em que Caim viveu, eram diretamente descendentes de Adão e Eva. Então, onde Caim encontrou sua esposa? Apenas uma conclusão é imaginável. Caim casou com sua irmã, sobrinha ou sobrinha-neta. Dois episódios nos ajudam a resolver esse mistério:

1. Nem todos os descendentes de Adão são mencionados na Bíblia.

2. A idade de Caim quando ele se casou não é citada.

Caim foi o primeiro filho de Adão e Eva, seguido por Abel

Depois que os dois irmãos ofereceram ofertas a Deus, Caim assassinou Abel. A maioria dos leitores da Bíblia assume que Caim estava com ciúmes de seu irmão porque Deus aceitou a oferta de Abel, mas rejeitou a de Caim.

No entanto, isso não está explicitamente apresentado. Na verdade, antes do assassinato, temos apenas uma afirmação curta e intrigante: “Disse, porém, Caim a seu irmão Abel”. (Gênesis 4: 8 NVI)

Mais tarde, quando Deus amaldiçoa Caim por seu pecado, Caim responde:

“Hoje me expulsas desta terra, e terei que me esconder da tua face; serei um fugitivo errante pelo mundo, e qualquer que me encontrar me matará” Gênesis 4:14”. (Gênesis 4:14, NVI)

A frase “que me encontrar” implica que havia muitas outras pessoas além de Adão, Eva e Caim. Quando Adam gerou seu terceiro filho, Sete, um substituto para Abel, Adão já tinha 130 anos. Muitas gerações poderiam ter nascido naquele tempo.

Gênesis 5:4 afirma: “Depois que gerou Sete, Adão viveu 800 anos e gerou outros filhos e filhas”. (Gênesis 5:4, NVI).

Uma mulher aceita Caim

Quando Deus o amaldiçoou, Caim fugiu da presença do Senhor e morou na terra de Node, a leste do Éden. Pelo fato de Node significar no hebraico “fugitivo ou andarilho”, alguns estudiosos da Bíblia dizem que Node não era um lugar literal, mas um estado itinerante, sem raízes ou compromisso.

“Caim teve relações com sua mulher, e ela engravidou e deu à luz Enoque”, de acordo com Gênesis 4:17.

Embora Caim tenha sido amaldiçoado por Deus e ficado com uma marca que impedisse as pessoas de matá-lo, uma mulher concordou em ser sua esposa.

Com quem Caim se casou?

Ela pode ter sido uma de suas irmãs, ou pode ter sido filha de Abel ou Sete, o que faria dela uma sobrinha. Ela também pode ter feito parte de uma, duas ou mais gerações adiante, fazendo dela uma sobrinha-neta.

A imprecisão de Gênesis neste momento nos obriga a especular sobre a relação exata entre os dois, mas é válido que a esposa de Caim igualmente foi descendente de Adão. Pelo fato da idade de Caim não ser mencionada, não sabemos precisamente quando ele se casou. Muitos anos poderiam ter passado, aumentando a possibilidade de sua esposa ser um parente mais distante.

Saiba mais: Onde Caim conseguiu sua esposa?

O estudioso da Bíblia Bruce Metzger disse que o Livro dos Jubileus nomeia a esposa de Caim como Avan e descreve-a como filha de Eva. O Livro dos Jubileus foi uma explanação judia sobre Gênesis e parte do Êxodo, escrita entre 135 e 105 AC. No entanto, como o livro não faz parte da Bíblia, essa informação é altamente questionável.

Uma reviravolta peculiar na história de Caim é que o nome de seu filho Enoque significa”consagrado”. Caim também construiu uma cidade e o nomeou depois de seu filho, Enoque (Gênesis 4:17). Se Caim foi amaldiçoado e separado para sempre de Deus, surge essa questão: quem consagrou Enoque? Foi Deus?

A miscigenação era parte do plano de Deus

Nesta parte da história humana, o casamento entre parentes não era apenas necessário, mas era admitido por Deus. Embora Adão e Eva tivessem sido manchados pelo pecado, geneticamente eram puros e seus descendentes seriam geneticamente puros por muitas gerações.

Essas combinações de casamento teriam emparelhado os mesmos genes dominantes, resultando em crianças saudáveis ​​e normais. Hoje, depois de milhares de anos de grupos mistos de genes, um casamento entre um irmão e uma irmã pode resultar em uma combinação de genes recessivos, produzindo anormalidades.

O mesmo problema teria ocorrido após o Dilúvio. Todas as pessoas teriam descido de Cam, Sem e Jafé, filhos de Noé e suas respectivas esposas. Após o dilúvio, Deus ordenou que fossem frutíferos e se multiplicassem. Muito tempo mais tarde, logo que os judeus escaparam da escravidão no Egito, Deus proferiu leis proibindo o incesto ou o sexo entre parentes próximos. Até então, a raça humana desenvolveu-se tanto que tais casamentos entre parentes não eram mais necessários e seriam prejudiciais.